Organização
Saber o que estudar e em que horário faz toda a diferença e tira o projeto de um modo aleatório. Além disso, reduz a ansiedade de ficar o tempo todo se cobrando e com a sensação de não estar produzindo bem. Prepare um plano mensal de estudo, e já distribua as matérias que serão estudadas a cada dia/período. 

Materiais de apoio
Adquira apenas o que for necessário, isso não é gasto, mas investimento. Pois reduzirá o tempo buscando as informações em fontes variadas, que podem até não ser confiáveis.
Escolha um curso, pode ser presencial, on-line ou também em formato de apostilas físicas ou até PDF.

Estudar
Assistir às aulas é o passo inicial, mas o estudo fora de sala é que vai permitir que você sedimente os conteúdos, descubra e elimine as dúvidas, e aprofunde a matéria.
Bibliotecas de universidade são excelentes locais para estudar, porque oferecem silêncio, boa iluminação e temperatura, e um ambiente que favorece a concentração. De modo geral, são abertas também a não alunos.

Teoria
As matérias devem ser estudadas em paralelo, uma por dia ou algumas por dia, conforme o tempo de que você dispõe para estudar.  Leia o assunto no material de apoio e sublinhe o que considerar mais importante. Fazer isso a lápis pode ser interessante, porque, conforme o estudo é aprofundado, você pode achar que sublinhou demais, ou de menos, ou que marcou o que não deveria; assim será possível fazer os ajustes.

Exercícios
Após a leitura de cada ponto, faça exercícios sobre aquele assunto e com consulta ao material de apoio. Não se preocupe por não ter aprendido ainda – isso é um processo e requer tempo.  Outra vantagem de resolver exercícios junto com o estudo da teoria é que tudo fica mais dinâmico e isso ajuda a manter a concentração.

Revisões
Além de serem muitas matérias, o conteúdo de cada uma é bastante extenso. Por isso, é preciso “enxugar” as fontes e revisar constantemente para não esquecer o que já foi estudado. Depois de ler a teoria e fazer exercícios, comece a preparar um material para revisões. Fichas-resumo são excelente recurso, isto pode ser feito de forma gradativa, após a conclusão de cada assunto.

Provas anteriores
Depois que concluir o estudo de uma disciplina, e após a revisão, comece a resolver provas de concursos anteriores.  Esta etapa mostra a realidade do que será encontrado no dia da prova. Quando você tenta resolver questões de concursos passados, vai perceber como está o seu conhecimento de fato, o que precisa ser sedimentado melhor, o que precisa ser ampliado e, talvez até, pontos que não tenham sido estudados.

Avaliação
A cada matéria concluída, faça uma avaliação objetiva de como se sente diante daquele conteúdo. A repetição vai garantir a fixação do conteúdo, de forma natural e gradativa.

Com informações do G1